Todos por todos: a plataforma do governo com produtos e serviços gratuitos0

Durante a pandemia do Corona Vírus (COVID-19) as preocupações e medos aumentam, no entanto muitas iniciativas de ajuda humanitária estão surgindo neste momento. 

Uma delas é a plataforma #todosportodos, uma iniciativa do governo que propõe disponibilizar um espaço virtual para que empresas que desejam prestar ajuda humanitária oferecendo seus serviços ou produtos de forma grátis ou com valor reduzido.

Plataforma do governo de serviços gratuitos ou de emergência!

A plataforma se trata de um espaço online criado pelo governo que visa reunir em um só lugar várias iniciativas de empresas e entidades que estejam oferecendo gratuitamente ou como emergência os seus produtos ou serviços.

É uma ampla rede de solidariedade, lá você pode encontrar vários serviços como por exemplo formas de ter acesso a internet de modo gratuito ou com valores acessíveis, cursos online de capacitação com certificado grátis, além de várias opções também gratuitas de entretenimento.

O maior ponto positivo da plataforma é a possibilidade de encontrar informações confiáveis a respeito da situação do vírus no país,  uma vez que as informações são atualizadas com frequência imediata.

Além disso tudo, a plataforma ainda conta com conteúdos e orientações para pessoas que estão em isolamento e querem investir em modelos home office de trabalho. São informações muito úteis para empresas de pequeno e médio porte, além de microempreendedores que pensam em adotar essa solução e diminuir os impactos financeiros que a pandemia ocasionou.

O governo visa, desta forma, controlar possíveis fraudes e golpes online promovendo um espaço seguro para busca de informações e serviços que sejam de fato uma ajuda e não tentativas fraudulentas de apoio à população.

Como acessar e quais benefícios são encontrados lá?

Os benefícios de maior destaque são os cursos gratuitos do Senai, Sebrae e Enap, além dos serviços online do governo como carteira de trabalho digital entre outras facilidades. A maioria das empresas ainda está em processo de análise para participarem do espaço virtual.

Para ter acesso basta visitar o site da plataforma todos por todos.