R$12 bilhões estão disponíveis para pequenas empresas através de programa assinado pelo presidente

Jair Bolsonaro prorrogou o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) por mais três meses. Na tarde de quarta-feira, 19 de agosto, ele deu aporte de mais R$ 12 bilhões em crédito, que são voltados para micro e pequenas empresas. Ontem era o último dia do prazo.

O programa oferece crédito financeiro para micro e pequenas empresas durante a pandemia do novo coronavírus. O prazo para se inscrever no programa chegaria o fim dia 19 de agosto. Até agora, já havia sido liberado um total de R$ 15,9 bilhões para garantir empréstimos para esse setor.

A ajuda foi criada visando essas empresas que sentiram o impacto negativo durante a pandemia e não conseguiam empréstimo em bancos. Entretanto, com alta procura, o valor acabou em menos de um mês. Para beneficiar mais empresas, o governo negociou transferir mais R$ 12 bilhões para o programa.

Também quarta-feira, 19 de agosto, Bolsonaro sancionou a Medida Provisória 975. Com ela, foram liberados mais R$ 10,9 bilhões de crédito para pequenos negócios pelas maquininhas de cartão. O programa contará com até R$ 20 bilhões da União e pode chegar a R$ 80 bilhões em operações de crédito.

De acordo com o governo, a taxa de juros cobrada não pode ser de mais de 6% ao ano. O empréstimo terá carência de seis meses e prazo de 36 meses para pagamento, incluso o tempo de carência. O programa tem vigência até o fim do ano.

Avalie este artigo