Prorrogação do auxílio de R$600 é estudada até dezembro, com redução

Atualmente no valor de R$600, o benefício social (que pode chegar a até R$1.200), poderá ser prolongado até dezembro desse ano. Representantes do Ministério da Economia já estão analisando a extensão do auxílio, mesmo com a preocupação do presidente, com o impacto fiscal.

No começo, havia sido planejado que o auxílio emergencial fosse concedido por até 3 meses. Atualmente o objetivo é estender o auxílio por todo o ano 2020, mas com menores valores durante o pagamento das parcelas de setembro, outubro novembro e dezembro. A quantia mais discutida a respeito, é no valor de R$200 por mês.

Se o auxílio for prorrogado pelo governo sem a alteração do valor, essa prorrogação já seria automaticamente aceita. Porém, se a prorrogação alterar o valor, o Congresso terá novamente que aprovar a alteração. Já na prorrogação das quarta e quinta parcelas, o governo pôde aprovar automaticamente, já que as parcela continuaram com o mesmo valor inicial de R$600.

O presidente Bolsonaro também estaria procurando uma forma de que o auxílio chegue ao fim mas, mesmo assim, seja colocado “dinheiro vivo” nas mãos dos mais pobres.

O auxílio de R$ 600 foi essencial para ajudar a economia brasileira a não ter números ainda piores, já que estimula o consumo de quem recebe. O benefício também foi responsável por melhora na aprovação do presidente.

Auxílio é liberado para mais de 805 mil pessoas

Nada menos que 805 mil novos beneficiários do auxílio emergencial de R$600 (podendo chegar a até R$1.200) foram aprovados pela Caixa Econômica Federal. Além delas, outras 345 mil tiveram o cadastro validado para receber duas parcelas do benefício (3ª e 4ª parcelas).

O pagamento dos novos beneficiários do programa, liberado durante a pandemia do novo coronavírus, vai começar a partir de amanhã, 05 de agosto. Nesse mesmo dia, o crédito será disponibilizado na poupança social digital para 483 mil pessoas (nascidos de janeiro a maio).

Os pagamentos aos demais vão ocorrer nos dias seguintes. Veja:

  • 7 de agosto será a vez dos nascidos em junho;
  • no dia 12, dos nascidos em julho;
  • no dia 14, dos nascidos em agosto;
  • dia 17, dos nascidos em setembro;
  • dia 19, dos nascidos em outubro;
  • dia 21, dos nascidos em novembro; e
  • e no dia 26 de agosto, dos nascidos em dezembro.

O pagamento do auxílio emergencial de R$600

A Caixa está realizado o pagamento, primeiramente, por meio de seu aplicativo chamado Caixa Tem. Pelo app, o usuário poderá realizar compras online em estabelecimentos autorizados e pagar boletos.

O saque em espécie do benefício, em uma agência do banco, é autorizado somente depois, seguindo um calendário específico divulgado pelo banco.

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, o pagamento tem sido feito “com muita tranquilidade” e que não é necessário chegar muito cedo nas agências. “Estamos tendo o pagamento, com muita tranquilidade, de todos os beneficiários, embora com uma intensidade muito grande. Não há nenhuma necessidade de chegar cedo nas agências antes de elas abrirem”.

Avalie este artigo