Novo frigorífico irá gerar 800 novos empregos imediatos

Enquanto a cidade de Canhotinho no Pernambuco avança as obras do novo frigorífico da Masterboi, a estrutura ao redor da fábrica vai ganhando corpo. Depois que a prefeitura garantiu as obras de terraplenagem na área, fruto de um investimento de R$ 3 milhões, o governo da cidade de Pernambuco assinou uma carta de intenções para a construção de um anel viário, que permitirá a entrada de pessoas na unidade estadual. O processo de licitação já começou

A prefeita Sandra Paes (DEM) disse estar comemorando as reais perspectivas de desenvolvimento da região. Segundo ela, o futuro é promissor, além das novas obras em Canhotinho e na região do Pernambuco, viram sinais disso com a volta da ISS, e essa obra já trouxe benefícios para o município, como na geração de empregos.

Já o ex-prefeito Felipe Porto (DEM) permitiu que o frigorífico fosse para Canhotinho e também comemorou o andamento das obras do projeto. Felipe disse que está trabalhando muito para criar as condições necessárias para a chegada do Masterboi.

Álvaro Porto (PTB), o deputado estadual que foi um dos responsáveis por levar o frigorífico ao município no estado de Pernambuco, diz que com as obras do empreendimento, a economia da região irá se movimentar com a geração de novos empregos.

Sobre a Masterboi

A Masterboi é uma empresa do estado de Pernambuco que está há mais de 21 anos no mercado nacional, atuando no processamento e distribuição de alimentos, tornando-se referência no segmento. A empresa tem contribuído para o crescimento e desenvolvimento socioeconômico das regiões em que atua, na movimentação da economia e na geração de empregos, seja ele de forma direta ou indireta.

A companhia possui três unidades frigoríficas, localizadas no norte do país, uma em São Geraldo do Araguaia – Pará e uma em Nova Olinda – Tocantins com capacidade para abater cerca de 1.700 bois por dia e um centro de processamento e distribuição no nordeste localizado em Recife, no estado de Pernambuco. Todas as unidades frigoríficas possuem SIF e são habilitadas a exportar para mais de 40 países. Para atender o mercado interno, a empresa realiza a importação de carnes, pescados, ovinos, miúdos, vegetais, batatas pré-fritas entre outros produtos da Ásia, da Europa e de outros países da América do Sul, completando seu mix de produtos.

Frigorífico encerra a produção no estado de Goiás

A Frigol, quarto maior frigorífico de bovinos do país, anunciou recentemente que encerrará a produção de sua unidade de locação em Cachoeira Alta, no estado de Goiás, e a devolverá ao local onde são realizadas as operações. De acordo com a empresa, o Frigol passa por uma reestruturação financeira e enfrenta condições adversas de mercado. Após o fechamento do matadouro, mais de 400 funcionários serão dispensados.

A empresa afirmou em relatório que outros fatores, como a baixa atratividade de investimentos, podem fazer com que seus produtos sejam direcionados ao mercado externo, obrigando a empresa a decidir pelo encerramento da produção no frigorífico de Goiás. Cerca de 413 funcionários serão demitidos. Produção de refrigeradores fechados. Desde que Frigol participou do feriado coletivo em março, o local encerrou as atividades. Após o fechamento do matadouro goiano, o departamento será devolvido ao proprietário e os funcionários existentes serão dispensados.

Deixe um comentário