As profissões do futuro são aquelas que estão em alta ou que terão uma demanda crescente nos próximos anos, em função de mudanças sociais, econômicas, tecnológicas e ambientais. Algumas das profissões que se destacam nesse cenário são:

Continua após a publicidade..

Quais são as profissões do futuro e como direcionar sua carreira para mudanças que vem por ai…

Continua após a publicidade..

Separamos umas das mais importantes que ao longo de cinco a dez anos você poderá vê-las como as mais competidas da atualidade.

Influenciadores ou criadores de conteúdo.

São profissionais que estão em alta e prometem ficar nos próximos anos, pessoas que vivem de produzir conteúdo para internet, como Facebook, Instagram, YouTube, e outras plataformas. Este influenciador tem total domínio sobre as redes sociais principalmente essas plataformas que já foram mencionadas. São criadores que reúne um grande número de fãs e as grandes marcas já sabem disso e estão investido cada vez mais em parcerias com esses influenciadores. Uma grande oportunidade profissional para quem se ingressou ou está ingressando neste ramo.

Os influenciadores e criadores de conteúdo são pessoas que produzem conteúdo em diferentes plataformas, como redes sociais, blogs, podcasts, vídeos, entre outros, com o objetivo de influenciar ou entreter seu público.

Os influenciadores digitais costumam ter um grande número de seguidores em suas redes sociais, e utilizam essa influência para promover produtos e serviços de marcas com as quais possuem parcerias. Já os criadores de conteúdo produzem conteúdo relevante e de qualidade sobre um determinado tema, com o objetivo de informar, educar ou entreter seu público.

Os influenciadores e criadores de conteúdo podem atuar em diversas áreas, como moda, beleza, fitness, tecnologia, entre outras. Eles são importantes para as marcas, pois podem ajudar a aumentar a visibilidade e a credibilidade dos produtos e serviços oferecidos, além de aproximar a empresa do seu público-alvo.

Para se tornar um influenciador ou criador de conteúdo, é importante ter habilidades em áreas como comunicação, marketing digital, produção de conteúdo e redes sociais. Além disso, é fundamental conhecer bem o seu público e produzir conteúdo relevante e de qualidade, capaz de engajar e fidelizar seus seguidores.

Coach.

Essa é uma profissão muito conhecida e permanecera na ativa por muito anos, esse profissional ajuda a outras pessoas a evoluírem em diversas áreas de sua vida, e uma delas são suas carreiras. A outras áreas de atuação de um Coach, como relacionamento, finanças, inteligência emocional, espiritual, emagrecimento entre outras. Por esse e outros motivos esta profissão estará em alta nos próximos anos.

O coach é um profissional que atua auxiliando pessoas ou empresas a alcançarem seus objetivos, seja na vida pessoal ou profissional. O coach trabalha com técnicas e metodologias que ajudam o coachee (cliente) a identificar suas metas, estabelecer um plano de ação e superar seus desafios, desenvolvendo habilidades e competências necessárias para alcançar o sucesso.

O trabalho do coach envolve a escuta ativa, a reflexão, a motivação e o feedback, buscando estimular o coachee a buscar soluções criativas e eficientes para seus problemas. O processo de coaching pode envolver várias sessões, com encontros regulares entre o coach e o coachee, e pode ser realizado de forma individual ou em grupo.

Algumas das áreas em que um coach pode atuar incluem desenvolvimento pessoal, gestão de carreira, liderança, empreendedorismo, entre outras. O coach não é um terapeuta ou consultor, mas um profissional que atua como um facilitador, buscando ajudar o coachee a encontrar as próprias respostas e soluções para seus desafios.

Para se tornar um coach, é necessário ter formação em coaching, que pode ser obtida em instituições de ensino especializadas ou por meio de cursos de formação reconhecidos pela Associação Brasileira de Coaching (ABRACOACHING) e outras entidades certificadoras. Além disso, é importante ter habilidades como empatia, escuta ativa, comunicação eficiente, capacidade de motivar e habilidade em lidar com pessoas.

Desenvolvedores de softwares.

Não só os desenvolvedores de softwares, mas o desenvolvedores de games, aplicativos e webs. São e ainda serão por muitos anos profissionais valorizados no mercado, pois fazem parte do grupo que criam novos sistemas que automatizam os processos, sem eles nada do que conhecemos estaria em pleno funcionamento.

Os desenvolvedores de software são profissionais responsáveis por criar, testar e manter programas de computador para diferentes finalidades, como sistemas operacionais, aplicativos para celular, jogos eletrônicos, softwares para empresas, entre outros.

Os desenvolvedores de software podem trabalhar em diversas áreas, como programação, engenharia de software, banco de dados, análise de sistemas, entre outras. Eles utilizam linguagens de programação, como Java, Python, C++, entre outras, para criar soluções que atendam às necessidades dos usuários e empresas.

Além da programação, os desenvolvedores de software também precisam ter habilidades em outras áreas, como design de interface, usabilidade, segurança da informação, testes de software, entre outras.

Para se tornar um desenvolvedor de software, é necessário ter formação em áreas como ciência da computação, engenharia da computação, sistemas de informação ou áreas relacionadas. Além disso, é fundamental estar atualizado com as novas tecnologias e tendências do mercado, participando de eventos, workshops e cursos de atualização.

O mercado de trabalho para desenvolvedores de software é bastante amplo, com oportunidades em empresas de tecnologia, startups, agências de publicidade, entre outras. Os salários também costumam ser atrativos, especialmente para profissionais com experiência e habilidades avançadas.

Técnico de energia solar.

As recentes mudanças climáticas e seu impacto no meio ambiente tem pressionado  as empresas em  todo mundo a experimentarem tecnologias limpas. O custo dos aparelhos solares vem se tornando, mas acessíveis nos próximos dois a três anos, e qualquer pessoa pode obter as habilidades técnicas necessárias. O salário médio de um técnico é cerca de três a cinco mil reais mensais dependendo da sua experiência e habilidade.

O técnico de energia solar é um profissional especializado em instalar, operar e realizar a manutenção de sistemas de energia solar, seja em residências, empresas ou indústrias. Esse profissional é responsável por garantir o bom funcionamento dos equipamentos, bem como por orientar o cliente sobre o uso e a manutenção dos sistemas instalados.

O técnico de energia solar precisa ter conhecimentos técnicos sobre eletricidade, mecânica, hidráulica e climatologia, além de conhecer as diferentes tecnologias e equipamentos utilizados em sistemas de energia solar, como painéis solares, inversores, baterias, entre outros. Ele também precisa estar atualizado sobre as normas técnicas e regulamentações que regem a instalação e a operação de sistemas de energia solar.

Para se tornar um técnico de energia solar, é necessário ter formação técnica em áreas como eletrotécnica, eletrônica, mecatrônica ou áreas afins. Além disso, é importante ter habilidades em áreas como leitura e interpretação de projetos, dimensionamento de sistemas, instalação e manutenção de equipamentos, entre outras.

O mercado de trabalho para técnicos de energia solar é bastante promissor, especialmente em um cenário de aumento da demanda por fontes renováveis de energia. Os profissionais que se destacam nessa área costumam ter boas oportunidades de emprego e remuneração atraente.

Especialistas em E-commeces.

E-commeces são lojas virtuais, sua loja está na internet? Não? Então onde ela esta? Pois bem atravessamos meses conturbados por conta da pandemia, e muitas lojas que não foram para internet fecharam ou passaram por muitas complicações. A tendência é que as lojas físicas também migrem para internet. Os lojistas e marcas precisam do especialista de E-commeces para colocarem suas marcas e lojas na internet e tomem

Os especialistas em e-commerce são profissionais especializados em estratégias de comércio eletrônico, ou seja, vendas de produtos e serviços pela internet. Esse profissional trabalha com a criação, desenvolvimento e gestão de lojas virtuais, buscando atrair e fidelizar clientes e aumentar as vendas online.

O especialista em e-commerce precisa ter conhecimentos em áreas como marketing digital, design de interface, experiência do usuário, logística, gestão de estoques, entre outras. Ele deve estar atualizado sobre as tendências e novidades do mercado, bem como conhecer as principais plataformas de e-commerce e ferramentas de análise de dados.

As principais atividades desenvolvidas por um especialista em e-commerce incluem:

  • Criação e desenvolvimento de lojas virtuais
  • Definição de estratégias de marketing digital
  • Análise de dados e métricas de vendas
  • Gestão de estoques e logística de entrega
  • Otimização de processos de vendas online
  • Desenvolvimento de campanhas de incentivo a vendas, como promoções e descontos

Para se tornar um especialista em e-commerce, é necessário ter formação em áreas como administração, marketing, publicidade, tecnologia da informação ou áreas afins. Além disso, é importante ter habilidades em áreas como análise de dados, gestão de projetos, comunicação e trabalho em equipe.

O mercado de trabalho para especialistas em e-commerce é bastante amplo, com oportunidades em empresas de diferentes setores, além da possibilidade de atuação como freelancer ou empreendedor. O crescimento do comércio eletrônico nos últimos anos tem gerado demanda por profissionais especializados, tornando essa uma área promissora para quem busca desenvolver uma carreira em tecnologia e negócios.

conta disso. São profissionais desde a criação de lojas, como profissionais que desenvolva passos como compra, estocar, divulgar, e entregar os produtos.

Professor Online.

A profissão do futuro que já vivenciamos nos dias de hoje são os professores de ensino EAD,  educação a distância. Esse é um formato que tende a se expandir muito nos próximos anos, as escolas e grande universidades se viram obrigadas no ano de 2020 a transmitirem esse formato de vídeo aula, e não só os professores, mas pessoas com habilidades em alguma coisa que saiba sobre culinária, inglês, ou que saiba tocar violão, transformam os seus conhecimentos em vídeos aula e vendem na internet. E isso já é uma realidade! Esse modelo de vídeo aula virtual que possibilita maior alcance dos alunos, e quem já enxergou sabe seu potencial e o quanto é lucrativo.

O professor online é um profissional que ministra aulas e orientações educacionais pela internet, utilizando plataformas virtuais de ensino. Essas aulas podem ser realizadas de forma síncrona, com aulas ao vivo e interação em tempo real com os alunos, ou de forma assíncrona, com vídeos, textos e atividades disponibilizadas online para os alunos acessarem quando quiserem.

O professor online pode atuar em diversas áreas, desde educação infantil até cursos de pós-graduação, e em diferentes modalidades de ensino, como EAD (Educação a Distância), cursos livres, aulas particulares, entre outras.

Para ser um professor online, é necessário ter formação em áreas como pedagogia, letras, matemática, ciências, história, entre outras. Além disso, é importante ter habilidades em tecnologia da informação, para utilizar as plataformas virtuais de ensino e ferramentas de comunicação online.

As principais atividades desenvolvidas por um professor online incluem:

  • Elaboração de aulas e conteúdos educacionais
  • Orientação e acompanhamento dos alunos
  • Correção de trabalhos e provas
  • Realização de avaliações e feedbacks
  • Interação com os alunos, seja por chat, fórum, e-mail ou vídeoconferência

O mercado de trabalho para professores online é bastante amplo, com oportunidades em instituições de ensino, empresas de tecnologia educacional, plataformas de ensino a distância, entre outras. Com o aumento do uso da tecnologia na educação e o crescimento do mercado de ensino a distância, essa é uma área promissora para quem busca desenvolver uma carreira em educação e tecnologia.

Engenheiro Ambiental.

O meio ambiente tem sofrido alterações drásticas nos últimos anos. Esse é um profissional essencial para as profissões do futuro. A responsabilidade desse profissional é conciliar tecnologia com meio ambiente, o que faz esse profissional ser muito importante para o mundo moderno.

O engenheiro ambiental é um profissional que atua na gestão e preservação do meio ambiente, buscando soluções sustentáveis para os desafios ambientais enfrentados pela sociedade. Esse profissional trabalha em diferentes áreas, como indústria, comércio, construção civil, órgãos governamentais, entre outras, buscando minimizar os impactos ambientais das atividades humanas.

O engenheiro ambiental precisa ter conhecimentos em áreas como química, biologia, física, matemática, geologia, gestão ambiental, entre outras. Ele deve estar atualizado sobre as normas e legislações ambientais, bem como sobre as tecnologias e técnicas disponíveis para a gestão ambiental.

As principais atividades desenvolvidas por um engenheiro ambiental incluem:

  • Análise e avaliação dos impactos ambientais de projetos e atividades humanas
  • Elaboração de planos e projetos para a gestão ambiental
  • Desenvolvimento e implementação de tecnologias sustentáveis
  • Gerenciamento de resíduos sólidos, líquidos e gasosos
  • Fiscalização e acompanhamento de processos de licenciamento ambiental
  • Monitoramento de recursos naturais, como água, solo e ar
  • Orientação e educação ambiental para empresas e comunidades

Para se tornar um engenheiro ambiental, é necessário ter formação em Engenharia Ambiental ou áreas afins, como Engenharia Civil, Química, Biologia, Geologia, entre outras. Além disso, é importante ter habilidades em áreas como planejamento, gestão de projetos, análise de dados, comunicação e trabalho em equipe.

O mercado de trabalho para engenheiros ambientais é bastante amplo, com oportunidades em empresas de diferentes setores, órgãos governamentais, consultorias ambientais, entre outras. Com o crescente interesse da sociedade pela sustentabilidade e a conscientização sobre a importância da preservação do meio ambiente, essa é uma área promissora para quem busca desenvolver uma carreira em engenharia e meio ambiente.

Afiliado digital.

Um pequeno influenciador também usa o mercado digital como fonte de renda, os brasileiros passam em média três a quatros horas por dia nas redes sociais, estamos falando de uma mudança social extremamente forte, e está nesse mercado que cresci anualmente faz toda diferença. O afiliado digital é como chamamos as pessoas que trabalham indicando e promovendo a venda de produto de outras pessoas ou empresas pela internet. Quando a venda ocorre por vídeo, um artigo ou anuncio o afiliado recebe seu comissionamento que variam por infor produto, ou produto físico. Cerca de 20% a 70% de comissão gerando muitas vezes múltiplos dígitos para os afiliados digitais. Essa profissão é pouco conhecida, mas que já existem no brasil e será promissora por muitos anos.

O afiliado digital é um profissional que trabalha com a promoção de produtos ou serviços de outras empresas em troca de comissões sobre as vendas realizadas através de seus links de afiliado. Esses links são exclusivos e rastreáveis, permitindo que as empresas identifiquem as vendas realizadas pelos afiliados e possam remunerá-los adequadamente.

O trabalho do afiliado digital envolve a criação de conteúdo relevante sobre os produtos e serviços promovidos, bem como a divulgação desses conteúdos em diferentes canais, como redes sociais, blogs, e-mail marketing, entre outros. O objetivo é atrair a atenção de potenciais clientes e incentivá-los a adquirir os produtos ou serviços promovidos.

Os afiliados digitais podem trabalhar em diferentes nichos de mercado, como moda, beleza, saúde, finanças, tecnologia, entre outros. É importante que o afiliado tenha conhecimento sobre o mercado em que atua e seja capaz de identificar as necessidades e desejos do seu público-alvo.

Para se tornar um afiliado digital, é necessário ter habilidades em marketing digital, produção de conteúdo, comunicação e vendas. Além disso, é importante ter conhecimentos em áreas como redes sociais, SEO (Search Engine Optimization), Google Ads, entre outras.

O mercado de trabalho para afiliados digitais é bastante amplo, com oportunidades em diferentes áreas e segmentos de mercado. O sucesso como afiliado digital depende da habilidade do profissional em se comunicar com o público-alvo, criar conteúdo relevante e promover produtos ou serviços de forma eficiente. Com o crescimento do comércio eletrônico e a adoção cada vez maior do marketing de afiliados pelas empresas, essa é uma área promissora para quem busca desenvolver uma carreira em marketing digital e vendas online.