Saiu edital para exército com 412 vagas e salário de até R$10.887,56

O Exército Brasileiro divulgou a abertura de um novo edital de um processo seletivo para o preenchimento de 412 vagas temporárias. Do total de vagas, 19 são para início imediato e 393 para formação de cadastro reserva.

São oferecidas vagas para candidatos de ensino médio-técnico e superior, em várias áreas:

  • Engenheiro Eletricista – 1 vaga + CR
  • Técnico de nível superior (Processos e Riscos, Informática, Tecnólogo/Informática) – 3 vagas + CR
  • Analista Ambiental (Engenharia, Direito, Agronomia) – 1 vaga + CR
  • Contador – CR
  • Desenhista – CR
  • Geólogo – CR
  • Engenheiro Mecânico – 1 vaga
  • Programador PHP – 1 vaga
  • Administrador – CR
  • Agente Administrativo – CR
  • Analista de Sistemas (Suporte) – CR
  • Engenheiro Civil – 5 vagas + CR
  • Arquiteto – 4 vagas + CR
  • Analista de Sistemas (Programação, Requisitos/Teste, Web designer, DBA, Programador PHP) – 3 vagas + CR
  • Técnico Administrativo – CR
  • Técnico em Edificações – CR

A jornada de trabalho dos selecionados, para todos os cargos, será de 40 horas semanais. O salário varia entre R$ 3.419,97 e R$ 10.887,56, de acordo com o cargo. A contratação é por tempo indeterminado.

Inscrição Exército 2020

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever até 12 de agosto. As inscrições serão realizadas por meio do portal do DEC com o preenchimento de um formulário dados pessoais e profissionais. A taxa de inscrição custa R$45,00, com possibilidade de isenção.

Após o preenchimento, candidato deverá enviar a documentação completa para comprovar as informações prestadas na inscrição por SEDEX ou entregá-la pessoalmente, para passar pela fase de Análise e Validação.

Etapas

Os candidatos do concurso vão ser avaliados por meio de prova de títulos e avaliação de experiências profissionais:

  • Especializações
  • Mestrado
  • Doutorado
  • Experiência profissional
  • Cursos extracurriculares
  • Cursos técnicos
  • Trabalhos de campo

A pontuação máxima é de acordo com o título apresentado pelo candidato. Para algumas funções, é exigido um período de experiência mínimo na função.