Nubank oferece limite de R$50 para quem deseja uma cartão de crédito

Maior fintech da Amércia latina, Nubank se torna uma das primeiras empresas a oferecer serviços financeiros e bancários através do meio digital, por esse motivo, seus clientes tem mais autonomia, menos burocracia e a isenção de taxas tradicionalmente cobradas pelos físicos. Hoje em dia, o Nubank tem mais de 20 milhões de clientes e 12 milhões possuem cartão de crédito.

Porém, ser aprovado pela empresa pode ser difícil. Muitas pessoas são reprovadas por diversos motivos, outros são aceitos, mas com um limite muito baixo.

Porém, nem tudo está perdido. Ao solicitar um cartão com o Nubank, é possível que a empresa ofereça um limite de R$ 50. Por que isso pode ser bom?

Sobre o cartão

Limite de R$ 50 Nubank: qual é a vantagem?

Clientes com scores de crédito mais baixos costumam ter privilégios negados. Geralmente, pessoas em situações de dívidas, atrasos em pagamentos ou simplesmente score baixo não conseguem ter acesso a tantos benefícios financeiros e de crédito. Porém, com o intuito de não descartar esses clientes e dar uma chance a eles, o Nubank oferece um limite de R$ 50, como uma maneira de testar a confiança do cliente, e assim no futuro ir aumentando o limite de crédito.

Isso pode ser de grande benefício para pessoas com problemas de crédito.

Como aumentar o limite do Nubank

Não há como negar que o limite de R$ 50 é baixo para algumas pessoas. Porém, o objetivo é, realmente, ir aumentando o limite. Mas como fazer isso? A melhor forma é pagando as faturas em dias, sem falta.

Também é possível adiantar os valores pagos, gastar boa parte do limite e movimentar o máximo de dinheiro possível na NuConta. Assim, a empresa vai perceber que há rotatividade e que o cliente pode saber cuidar bem de um crédito maior.

Outra forma de aumentar o crédito é se atentar ao score de crédito ao ir pagando, em dias, integralmente, as contas mensais como energia, internet e água. Tudo isso é levado em conta na hora da aprovação e aumento do limite.

Avalie este artigo