Inscrições da CNH Social começam em dezembro para população de baixa renda informa Governo

O Programa para isentar as taxas para tirar a CNH, iniciará em dezembro e será destinada para jovens nas modalidades estudantil, urbana e rural, leia este artigo e informe-se de tudo o que precisa.

 

A lei que oficializa e institui a Carteira Nacional de Habilitação gratuita, conhecida como CNH Social, foi sancionada pelo governador Ronaldo Caiado (DEM)

Quem é Ronaldo Caiado?

Ronaldo Ramos Caiado é um médico e político brasileiro. Filiado ao Democratas, é o atual governador do Estado de Goiás. Formado em medicina e com especialização em ortopedia, Caiado é membro de uma família de produtores rurais com forte presença na política de Goiás desde meados do século XIX.

Dessa forma, o Detran-GO vai oferecer aproximadamente 8.000 mil carteiras de habilitação, inscrições que iniciam já 12/2019 pelo site do departamento.

O programa é para  jovens com pouca renda oferecerá  exames médicos e psicológicos do Detran, e também nas aulas teóricas e práticas.

As modalidades são Urbana e Rural. Entre os requisitos para participar, é necessário ter cursado todo o Ensino Médio em escola pública.

Os candidatos também não podem ter praticado, nos últimos 12 meses que antecedem à inscrição, qualquer infração de trânsito de natureza gravíssima ou grave e nem ser reincidente de infração média.

Quem pode se inscrever na CNH Social

Na modalidade estudantil, o candidato deve ter entre 18 e 25 anos.

Deve estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico)

Também é necessário ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano anterior ao da inscrição.

Atenção:

A nota obtida no exame será utilizada como critério de seleção.

Já na modalidade urbana, o candidato precisa ter mais de 21 anos, estar inscrito no CadÚnico, comprovar conclusão do Ensino Fundamental e morar na área urbana.

Por fim para a modalidade rural é preciso também ter mais de 21 anos, estar inscrito no CadÚnico, comprovar conclusão do Ensino Fundamental, e apresentar a declaração de aptidão ao Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf), ou algum documento que comprove atividade rural do interessado.

Boa sorte a todos.

Avalie este artigo