Auxílio emergencial e bolsa família receberão US$1 bilhão do Banco Interamericano

O Banco Interamericano de Desenvolvimento, divulgou nesta quinta-feira, 13 de agosto, que vai emprestar US$1 bilhão de dólares ao Governo Federal. O valor será destinado ao apoio de programas do governo que ajudam os brasileiros mais vulneráveis e trabalhadores.

O empréstimo de US$ 1 bilhão deve ser utilizado para custear o programa de manutenção de empregos, Bolsa Família e auxílio emergencial. O banco acredita que o valor conseguirá apoiar 475 mil famílias em um ano pelo Bolsa Família e 1 milhão de brasileiros em um trimestre no auxílio emergencial. Os programas receberão US$ 600 milhões.

Em nota, o Banco Interamericano afirmou que o objetivo é ajudar o país a responder à covid-19 de maneira eficaz, amenizando os efeitos negativos da pandemia do novo coronavírus.

Os US$ 400 milhões restantes serão destinados ao programa de manutenção de empregos formais, que permite que o salário seja reduzido e a suspensão do contrato de trabalho com compensação do governo. A estimativa do banco é que os recursos atingirão 1 milhão de trabalhadores do programa.

“Segundo estudos, cerca de 40% dos empregos no Brasil (37 milhões de pessoas) estão concentrados em setores produtivos vulneráveis à pandemia. Garantir a renda para pessoas pobres e vulneráveis em meio à crise do COVID-19 é um dos caminhos para ajudar as famílias a manter níveis mínimos de bem-estar”, continuou o BID em nota.